Páginas

segunda-feira, 4 de fevereiro de 2013

Uma chance para as séries Britânicas

Oi gente!
Como vocês já devem ter percebido, eu sou um pouco (só um pouquinho) viciada em séries, e, a partir da metade de 2012, eu comecei a assistir algumas que não passam (ou passam raramente) na televisão brasileira. A maior parte delas é transmitida originalmente pela BBC, um canal britânico. Essas séries têm um ritmo diferente das produções americanas, e, se você assistir com a cabeça aberta, elas te prendem completamente. Então, resolvi compartilhá-las com vocês:

1- Game of Thrones:


É uma série extremamente conhecida hoje em dia, e a excessão do post quando se trata de canais, pois é transmitida originalmente pela HBO. Está atualmente em hiato (com a terceira temporada para começar em março). Cada temporada tem 10 episódios de aproximadamente 1 hora (um pouco compridos,né?). A série se passa na época medieval, ou seja, já ganha pontos por produção (figurino, cenário, vocabulário), e conta a história de 7 reinos batalhando para ver quem ficará no comando quando o interminável inverno chegar. Os personagens são cativantes, e os conflitos, muito intensos. A séries está cheia de bafos medievais e cenas picantes (para isso a dica: evite assistir perto dos seus pais, pois as cenas são explícitas).
PS: preste atenção em Robb Stark e John Snow, os gatos da série


2- Sherlock:


Sherlock é uma 'mini série' inspirada no detetive mais famoso do mundo. Até agora, tem 2 temporadas com apenas 3 episódios cada (em compensação, cada episódio é como um mini filme de 1:30h). Cada episódio é baseado em um livro/conto do Sherlock, mostrando suas deduções impossíveis e crimes inovadores. A dinâmica entre Sherlock e Watson é incrível, e todas as histórias são releituras trazidas para o tempo atual. Se você é fã de filmes/séries policiais, vai adorar!



3-Misfits:


Misfits conta a história de 5 adolescentes cumprindo serviço comunitário. Os 5 presenciam uma estranha tempestade, e após ela, adquirem alguns poderes (não tão normais e controláveis quanto os das histórias de super-heróis). Todos passam por problemas e tentam lidar com os diferenciais, enquanto têm uma inclinação para matar os policiais da condicional. Basicamente, é uma típica série adolescente, com gente com problemas reais, e mais um problema não tão real: os poderes. 



4-Doctor Who:


Primeiramente, sou um pouco culpada para falar de Doctor Who, pois é a minha série favorita, infelizmente, não conheço muitos brasileiros que gostem/conheçam. 
A série começou a ser transmitida nos anos 60, e depois parou, e voltou com a "new series" em 2005. Aqui vou falar apenas da nova. A série está em sua 7ª temporada. Basicamente, é a historia de um 'Senhor do Tempo' (nome de sua 'raça alienigena', que se assemelha muito à aparência humana), de mais ou menso 900 anos, conhecido apenas por Doctor que viaja por todo o espaço-tempo, sempre salvando planetas, ou espécies. Ele viaja em uma cabine telefônica policial azul dos anos 60,  a TARDIS (sigla para: Time And Relative Dimension In Space), que é maior por dentro. Ele sempre viaja com uma companheira, que conhece durante suas aventuras, e elas mudam durante as temporadas. O Doctor tem o poder da regeneração (afinal, com 900 anos ele não deveria estar tão preservado), ou seja, quando ele está prestes a morrer, pode entrar na TARDIS, onde todas as células do seu corpo são regeneradas, e ele fica com um novo corpo (ou seja, o ator que interpreta o Doctor, muda). Ele está em sua 11ª geração, e na série nova vemos a 9ª (Christopher Eccleston - 1 temporada), a 10ª (David Tenant - 3 temporadas) e a 11ª (Matt Smith - 3 temporadas - atual). Os efeitos da série não são os melhores, e os vilões, não são os mais medonhos, mas, é uma série cativante, e cheia de paradoxos de viagens no tempo, então, se você conseguir passar da primeira temporada (que muita gente não gosta), e entrar na proposta da série, garanto que vai amar!







PS: Bom, eu decidi não falar de absolutamente todas as séries britânicas, então não esquecer de: Skins, Merlin, Being Human, etc.

Espero que vocês tenham gostado desse meu compartilhamento da descoberta das séries britânicas, e da BBC!

                                                                                                                              Beijos!